Cursos para síndicos: conheça 6 opções interessantes do mercado
5 de dezembro de 2019
Meu condomínio pode proibir animais? O que fazer nesses casos?
11 de dezembro de 2019

Sustentabilidade no condomínio (o chamado “condomínio verde”): como aderir?

Cada vez mais se fala em sustentabilidade e, com os ambientes domésticos, como condomínios, não é diferente. Cada vez mais as gestões buscam sustentabilidade no condomínio, o que também é conhecido como condomínio verde. Esse é o assunto de hoje!

O que é sustentabilidade no condomínio?

Antes de entender o que é sustentabilidade no condomínio, é preciso entender o que é sustentabilidade.

A sustentabilidade é um processo de manter o consumo de maneira controlada para não prejudicar o ambiente e os recursos. As árvores não são infinitas, nem a água, nem qualquer outro recurso natural, portanto, utiliza-los em excesso pode ser muito prejudicial para o meio ambiente.

Esse processo de produzir em massa e descartar cria uma série de crises e feridas no meio ambiente e se torna insustentável a partir de determinado ponto.

É aí que entra o termo sustentabilidade, baseado no estudo da ecologia, onde se busca novas maneiras de consumo e utilização de recursos para não ferir a natureza, mas para preservá-la.

Aplicando isso nos condomínios, fica bem simples. Sustentabilidade no condomínio, então, é cuidar do verde, diminuir os gastos e buscar sempre uma escolha menos nociva ao ambiente. É o que chamamos de condomínio verde.

E não pense que isso é caro, pois muitas vezes pode não custar nada para o bolso dos moradores e da gestão.

Como a sustentabilidade no condomínio ajuda o meio ambiente?

De inúmeras formas.

É claro que muitos condomínios ainda não estão preparados para tomar ações radicais como funcionar somente com energia solar e eólica, mas existem muitas soluções inteligentes que podem reduzir a quantidade de lixo, direcionar os detritos para os lugares adequados, contenções químicas e campanhas para economia, por exemplo

Tudo isso ajuda, e muito, o meio ambiente.

Mas como ME ajuda?

Você não pode esquecer que você vive no ambiente e está sujeito a ele, como qualquer pessoa. Se o ar está poluído, você também respirará essa poluição, portanto, ao ajudar o ambiente você está, de maneira muito direta, ajudando a si mesmo.

No entanto, ainda assim, a sustentabilidade pode gerar economias para o condomínio e melhorar a qualidade de vida dos moradores.

Exemplos de sustentabilidade no condomínio

Muitos condomínios aderiram à ideia de condomínio verde e reportaram muitos pontos positivos. Abaixo você pode conferir algumas atitudes que deram resultado e podem funcionar no seu condomínio:

  • Criação de lixos específicos para produtos eletrônicos e produtos químicos, que seriam direcionados para locais adequados;
  • Criação de uma coleta de óleo, que pode ser muito prejudicial se descartado de maneira errada, mas muito útil e até reaproveitável se tratado de maneira adequada;
  • Mudança nos tipos de papéis e tecidos dos materiais do condomínio, já que muitos não são recicláveis. Essa prática reduz o custo de muitos condomínios e é altamente recomendada;
  • Digitalizar ao máximo os sistemas do condomínio, tudo de maneira eletrônica, pois isso evitaria a utilização excessiva e desnecessária de papel;
  • Valorização das áreas verdes do condomínio.

Você já entendeu o que é a sustentabilidade no condomínio e algumas das vantagens e possibilidades que uma boa organização podem gerar para a melhoria na qualidade de vida dos moradores. Se você quiser entender mais sobre o assunto e saber como a gestão pode aplicar essas mudanças, entre em contato com a ASC Service e conheça nossos serviços. Você pode tornar o seu condomínio muito mais verde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *