3 motivos para manter a dedetização no condomínio em dia
8 de julho de 2019
A NBR 16.280 e suas obrigatoriedades a respeito de obras no condomínio
12 de julho de 2019

Segurança no condomínio durante a noite: 4 dicas que você deve adotar

Os condomínios são considerados uma solução de moradia segura, principalmente quando pensamos em grandes cidades. Não obstante, assaltos são frequentes e quadrilhas altamente especializadas se aproveitam das falhas na segurança do condomínio durante a noite para o invadir e praticar roubos.

Embora se trate de uma modalidade arriscada de crime, a prática propicia rendimentos elevados aos criminosos, à medida que lhes permite acessar diversas residências em um mesmo empreendimento e arrecadar volumes maiores em bens e valores.

Pensando nisso, apresentamos, ao longo deste artigo, 5 excelentes dicas para ajudar gestores, síndicos e moradores a garantirem a segurança no condomínio durante a noite. Boa leitura!

4 dicas para aumentar a segurança no condomínio durante a noite

1. Instale um sistema de alerta aos vigias

Trata-se de um sistema no qual o porteiro ou vigia deve se responsabilizar por acionar um botão em intervalos regulares de tempo. Essa iniciativa, além de contribuir para mantê-lo desperto, servirá como uma confirmação da não existência de problemas de segurança.

Dessa forma, quando houver demora no recebimento do sinal, a central de monitoramento estabelece contato com a portaria do condomínio para saber se tudo está bem.

É crucial que esse botão se localize a certa distância do local em que o profissional se senta, para que ele tenha que se levantar, garantindo que permaneça acordado.

2. Implemente uma portaria virtual

Ainda que o porteiro do seu condomínio seja um profissional bastante atento, lembre-se de que ele ainda é um ser humano. Logo, uma boa solução para reforçar a segurança no condomínio durante a noite consiste na implementação de uma portaria virtual.

Por mais que alguns condôminos inicialmente resistam à ideia, essa solução tenderá a se converter em uma verdadeira referência. Contudo, enquanto isso não acontece, a utilização de sistemas de alarme e portões eletrônicos são boas alternativas para reforçar a segurança condominial.

3. Crie uma rede integrada de comunicação

Criar uma rede integrada de comunicação que funcione como uma central de PABX promoverá mais proteção, tanto para os condôminos quanto para a portaria. Por ela, o porteiro poderá ser contatado e, também, se comunicar rapidamente em situações que envolvam problemas de segurança.

Essa rede será ainda mais eficiente se houver a possibilidade de estabelecer contato com os condomínios vizinhos. Desse modo, fica mais fácil solicitar ajuda, além de ser outra forma de manter os porteiros atentos caso algum chamado precise ser feito.

4. Tenha um controle de garagem

A garagem está entre os acessos mais utilizados nas invasões de condomínios. Por esse motivo, controlar rigorosamente o acesso ao local é muito importante para assegurar bons níveis de segurança no condomínio durante a noite.

Equipamentos de ponta para a leitura das placas de automóveis, por exemplo, estão sendo lançados com recursos que funcionam bem à noite, como os leitores infravermelhos.

Nesse sentido, a automatização dos portões é essencial, a fim de evitar que os moradores tenham que sair de seus carros para entrar na garagem e, assim, se exporem aos riscos de segurança no condomínio durante a noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *