Segurança de idosos no condomínio: quais medidas tomar?
3 de janeiro de 2021
Como diminuir a produção de lixo nos condomínios?
4 de janeiro de 2021

Redes de proteção no condomínio trazem segurança para crianças e animais

Sem dúvida, as redes de proteção no condomínio são uma excelente forma de aumentar a segurança dos apartamentos. Especialmente para quem tem crianças ou animais de estimação em casa, as redes de proteção oferecem mais tranquilidade.

Porém, pode ser que você tenha algumas dúvidas, como:

  • Será que a administração do prédio tem o direito de proibir que os condôminos instalem as redes de proteção?
  • Qual é o melhor material para as janelas e varandas no condomínio?
  • Há regras ou padrões de instalação que eu preciso seguir se quiser colocar redes de proteção na minha janela ou na minha varanda?

As respostas a essas perguntas variam. Então, acompanhe os tópicos a seguir e escolha as melhores alternativas para atender às suas necessidades. Boa leitura!

A administração pode proibir a instalação de redes de proteção no condomínio?

De acordo com o Artigo 1336 do Código Civil, os condôminos não podem fazer nada que descaracterize a estética da fachada do condomínio. Contudo, a Lei dos Condomínios (Lei 4591/64) garante que o proprietário tem direito de alterar sua fachada caso todos os outros condôminos aprovem.

Dessa forma, embora a administração do condomínio não possa proibir o uso das redes de proteção, ela pode definir padrões para manter a estética do condomínio, como modelo, cor e modo de fixação, por exemplo. Então, caso o condômino não cumpra esses requisitos, o síndico pode adverti-lo ou multá-lo.

Caso o seu condomínio ainda não tenha nenhuma resolução sobre o uso de redes de proteção e você tenha a necessidade de instalá-las, entre em contato com a administração do condomínio para que o assunto seja considerado em assembleia.

Quando o uso de redes de proteção no condomínio é indicado?

Pode-se usar as redes de proteção no condomínio tanto nas janelas como nas sacadas. Elas são essenciais especialmente quando há crianças, idosos, pessoas com deficiência e animais no apartamento.

Além disso, as redes de proteção em condomínios podem ser utilizadas para proteger que os objetos na beirada da janela caiam.

Embora recomende-se o uso das redes de proteção a partir do terceiro andar, os condôminos podem utilizá-las mesmo em casas térreas. Afinal, mesmo uma queda de uma pequena altura pode causar danos em alguns casos.

Qual a melhor rede de proteção?

Atualmente, existem dois tipos de material de rede de proteção: poliamida e polietileno. Porém, o ideal é utilizar redes de polietileno, pois elas são mais resistentes à pressão e desgaste.

Contudo, para que as redes de proteção no condomínio tenham a durabilidade indicada pelo fabricante (cerca de três anos), é preciso fazer a manutenção corretamente. Assim, recomenda-se que o condômino faça uma vistoria anual, analisando se há rasgos na rede e se os ganchos de fixação estão em bom estado.

Além disso, o morador deve limpar as redes de proteção do condomínio apenas com água e sabão neutro. Caso contrário, é possível que o material perca sua resistência e se deteriore antes do esperado. Dessa forma, toda a família está segura contra acidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *