4 indicadores de RH que interferem na gestão do condomínio
7 de agosto de 2020
Obras corretivas são mais onerosas que obras preventivas
12 de agosto de 2020

Cuidados a tomar com a reabertura das áreas comuns do condomínio

A reabertura das áreas comuns do condomínio é algo que vem animando muitos moradores. Entretanto, o cuidado não deve ser deixado de lado em momento algum. Para entender mais sobre o assunto e como proceder, continue a leitura!

Isolamento social

Desde que o novo coronavírus deu os primeiros indícios do grande estrago que causaria em território brasileiro, bem como no mundo todo, as medidas necessárias para o isolamento social começaram a ser tomadas.

Desde o começo, as recomendações, principalmente para pessoas que vivem em condomínios, era de limitar o acesso às áreas comuns, evitar aglomerações e manter sempre a higiene constante das mãos, roupas, calçados e tudo aquilo que pudesse estar contaminado.

Para que isso ocorresse, também foi necessário contar com o bom senso e a responsabilidade de todos os envolvidos, incluindo funcionários, síndicos, moradores, etc.

Sobre a lei de reabertura das áreas comuns do condomínio

Para o plano de reabertura das áreas comuns do condomínio, indica-se que cada condomínio entre em contato com a Prefeitura da sua cidade. Afinal, a lei pode divergir em cidades diferentes, já que nem todas apresentam o mesmo índice da doença.

Além disso, também é preciso saber se a realidade do condomínio é condizente com a lei. Como se trata de uma lei, ela precisa ser cumprida. Porém, se em determinado condomínio há um grande nível de pessoas infectadas ou do grupo de risco, é preciso que os moradores tenham sensibilidade e redobrem a atenção. Logo, é preciso se adaptar.

Ainda assim, é preciso conversar com todos os condôminos e saber o que eles pensam sobre a situação de modo a garantir que todos eles estão de acordo com a abertura das áreas comuns. É preciso sempre entrar em um consenso e equilibrar todas as opiniões.

Cuidados altamente necessários

Mesmo com a reabertura das áreas comuns do condomínio, é extremamente necessário manter os cuidados e as precauções necessárias. Logo, mesmo que a circulação de pessoas aumente, é preciso evitar distrações para não dar outra chance para o vírus. Para isso, continue seguindo os mesmos cuidados:

As áreas reabertas

1. Quadra de esportes

Em geral, recomenda-se que o uso seja liberado por meio da reserva do espaço. A utilização compartilhada do espaço deve ser avaliada.

2. Piscinas, playground e brinquedoteca

O uso de piscinas é limitado por famílias ou quantidade de pessoas. Já no caso do playground e da brinquedoteca, é indicado que o uso se mantenha suspenso ou, caso permitida a utilização, haja intervalo entre as utilizações para a devida higienização.

3. Salões sociais

É recomendado fortemente que os salões sociais (salão de festa, espaços gourmet, churrasqueiras, etc), se mantenham devidamente fechados para evitar o compartilhamento de talheres e a aglomeração de pessoas.

4. Espaço fitness, spas ou saunas

O espaço fitness deve ser utilizado com muita restrição e sempre com intervalos de tempo para higienização do local. Já em relação aos spas, saunas e demais áreas parecidas, a indicação é não utilizá-los.

Para contar com um serviço adequado

Na hora de saber como proceder com a reabertura das áreas comuns do condomínio, é válido contar com uma empresa especializada, assim como a ASC Service. O Grupo ASC possui mais de 20 anos de experiência em gestão condominial e oferece serviços diferenciados e inovadores. Entre em contato!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *