Carreira de síndico: como se planejar para ser bem-sucedido?
30 de março de 2020
Guia Coronavírus em condomínios (1/6): limpeza de maçanetas e corrimões
8 de abril de 2020

O que faz o subsíndico? Quais são seus direitos e deveres?

Você sabe o que faz o subsíndico? Em suma, o subsíndico tem todos os direitos, atribuições e deveres de um síndico. No entanto, esse cargo só é assumido durante esporádicas ausências do responsável titular. E no caso de falecimento ou renúncia do síndico? Nesse caso, cabe a ele assumir o cargo, sendo promovido a síndico.

Além disso, também é pertinente que a assembleia do condomínio seja convocada para que ocorra uma nova eleição. Essa última hipótese compete quando estipulada devidamente pela convenção. Mas o que mais cabe a um subsíndico assumir? Confira a seguir!

O que faz o subsíndico?

Em condomínios onde há muitos edifícios, a figura de um síndico é, de fato, indispensável. Assim, é aceitável que cada prédio receba uma administração separada, contribuída pelo trabalho de um subsíndico. O que faz o subsíndico nesse tocante depende do caráter interno e emergencial do problema.

Por exemplo, a maior responsabilidade de um síndico é ajudar o titular do cargo na gestão cotidiana dos assuntos do condomínio. Além disso, como visto acima, o título é passado a ele caso haja destituição, renúncia ou qualquer impedimento.

O subsíndico é um empregado do síndico?

Em termos gerais, sim. Contudo, é mais certo dizer que o subsíndico não responde ao síndico, mas ao condomínio em si. Em outras palavras, ele deve adotar as mesmas deliberações estipuladas junto ao síndico.

O subsíndico é remunerado?

De fato, é incomum que um subsíndico seja remunerado por seu serviço. Afinal, o que faz o subsíndico é considerado somente um órgão de auxílio aos assuntos do condomínio. No entanto, em condomínios maiores, pode ocorrer uma recompensa como modo de reconhecer a atividade.

O que a legislação diz do subsíndico?

Em suma, há uma certa omissão por parte do Código Civil no que diz respeito a definir as funções desse cargo. Assim, é comum que ofereça autoridade àquilo que for devidamente expresso por parte das convenções dos condomínios.

Ou seja, é função do condomínio identificar quais as atribuições e necessidades, bem como o que faz o subsíndico dentro da administração dos edifícios.

Como eleger um subsíndico?

A convenção deve, primeiramente, decidir se o condomínio precisa ou não do auxílio de um subsíndico. Acerca do assunto, também devem ser levantadas as questões a seguir:

  • Com qual frequência deve estar presente?
  • Qual o limite de prazo para o mandato?
  • O subsíndico tem permissão para se reeleger?
  • Quais os critérios para ser subsíndico?

Como se tornar um profissional exemplar?

Assim como o cargo de síndico, há condutas e ações que separam um bom subsíndico de um mau. Por exemplo:

  • Agir de modo que mantenha a tranquilidade e a harmonia;
  • Ter conhecimento da legislação;
  • Ser um profissional organizado;
  • Conhecer os moradores e o condomínio em geral;
  • Não negligenciar a manutenção;
  • Ser um ouvinte empático e uma pessoa comunicativa.

Em suma, o que faz o subsíndico dependerá do acordo de cada condomínio. Entretanto, se você quer saber como aplicar uma boa gestão, a ASC Service pode te auxiliar! Entre em contato hoje mesmo e veja como aperfeiçoar sua administração!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *