Balneário Camboriú se destaca como polo de luxo e prédios mais altos no Brasil
6 de maio de 2019
Como contratar e escolher uma empresa de portaria remota?
7 de maio de 2019

O futuro da automação predial nos condomínios residenciais

A automação predial nos condomínios residenciais já é uma realidade e tende a melhorar e ser total no futuro com a internet das coisas.

O que é internet das coisas?

A próxima etapa da automação predial nos condomínios residenciais, a próxima fase de serviços utilizando o meio digital, é a chamada internet das coisas.

O seu conceito é simples: hoje, o que vemos na grande maioria das vezes são as pessoas conectadas com a internet; o futuro serão as pessoas e os objetos conectados à internet, como carro, geladeira, micro-ondas, ar-condicionado e portaria.

São objetos interconectados que exercem suas funções de maneira autônoma, sem precisar de intervenção humana para promover ajustes ou auxiliar em processos. Totalmente independente.

Vamos ver alguns exemplos?

Imagine uma geladeira que gela na medida todos os produtos que deposita no eletrodoméstico, mudando de temperatura de acordo com o clima do dia, garantindo eficiência em seu trabalho e proporcionado mais economia?

E o tal carro autônomo do Google, o carro sem motorista – já ouviu falar, certo? Também se encaixa no conceito de internet das coisas. É um carro conectado à internet que conduz o passageiro de acordo com instruções prévias de rota.

O que a internet das coisas tem a ver com a automação predial?

Simplesmente tudo!

Com a internet das coisas, será possível, por exemplo, montar uma estrutura em que a luz da área comum seja programada de acordo com a luminosidade externa, sendo acionada ou desligada via aplicativo.

Os sensores de água e as bombas de piscina também poderão ser acionados remotamente, propondo nível de precisão inédito no volume despejado, o que certamente contribuirá para a economia.

A segurança, alarmes, câmeras, mensagens de alerta às autoridades, tudo isso será integrado ao um mesmo sistema online. O trabalho de identificação dos moradores poderá ocorrer por meio de liberação após análise das placas dos carros ou leitura facial.

Mas isso são possibilidades de automação predial nos condomínios residenciais pensando um pouco mais adiante, quando a internet das coisas já estiver completamente consolidada e popularizada em nossa sociedade.

Mas isso não significa que a automação predial atual seja rudimentar ou se restrinja a portas eletrônicas e um aplicativo de gerenciamento de dados.

Hoje já é possível substituir o porteiro sem significar decréscimo da qualidade dos serviços de portaria, pelo contrário, diminuindo custos e aumentando a eficiência.

Já ouviu falar dos serviços da Portech?

A Portech é uma portaria remota. E o que vem a ser uma portaria remota?

É reflexo da automação predial nos condomínios residenciais, proporcionado pela tecnologia e cada vez mais utilizado.

As atividades diárias de portaria como liberação e entrada de condôminos, registro de ocorrência junto às autoridades, solicitação de reparos em apartamentos, agendamentos de uso de áreas sociais e os demais trabalhos do cotidiano da profissão são feitos por meio de recursos digitais, dispensando a presença física dos porteiros.

A Portech fornece um serviço de portaria a distância, onde porteiros profissionais operam todas as atividades em uma sala de comando por meio de câmeras e internet.

As vantagens desse serviço é vigilância 24 horas por dia, acesso prático ao condomínio, via biometria, cartões RFID ou tecnologia NFC e registros de entrada e saída de pessoas por até 5 anos.

E não termina aí! Acessando o site da Portech, você confere mais sobre o assunto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *