Conselho fiscal de condomínio tem responsabilidades importantes
13 de novembro de 2019
Uma nova forma de encarar a prestação de contas do condomínio
19 de novembro de 2019

4 erros que você não pode cometer na gestão do condomínio

Se você decidiu encarar a missão, a responsabilidade de ser síndico, ou pretende disputar o cargo, precisa saber quais são os erros que você não pode cometer na gestão do condomínio.

Ser síndico é para poucos. Não por se tratar de um cargo com tarefas muito complexas, como um médico ou físico nuclear. Mas, sim, porque é necessário ter vocação para o trabalho.

Faz parte dos requisitos básicos ter bom entrosamento interpessoal, saber se colocar no lugar do outro, saber ouvir e ter paciência, portanto, ser aberto ao diálogo. Também precisa saber cuida da parte administrativa, arrecadar receitas, pagar contas, fazer investimentos, balancetes.

É um serviço que também ocupa muito do tempo de uma pessoa. Portanto, ela deverá ter ciência que precisará abrir mão de parte de seus períodos de folga ou ter uma agenda bem flexível.

E mesmo com todo esse comprometimento, com essas qualidades, pode não ser suficiente para garantir a permanência no cargo. A insatisfação geralmente deriva de erros que comprometem o cotidiano dos moradores, muitas vezes causados pela inexperiência.

Para evitar esses erros, ter uma administração condominial tranquila e permanecer no cargo o tempo que desejar, confira as seguir quais são os erros que você não pode cometer na gestão do condomínio.

4 erros fatais na gestão do condomínio

1. Não se comunicar com os moradores

Toda decisão que for tomar, alterações ou adições de gastos, eventos, novas regras, entre outros, precisa ser comunicada a todos os moradores. Os desentendimentos geralmente ocorrem devido à falha na comunicação, informações trocadas e conflituosas.

Ser pego desprevenido é algo que pode ser bastante incômodo para qualquer morador. Assim, é vital cuidar da comunicação de modo a garantir que todos possam seguir com seus planos, sem interferências ou surpresas.

Além disso, dentro desse âmbito, outro erro que deve ser evitado é a interação ríspida ou arrogante. Seja sempre delicado, demonstre presteza e aja como um bom locutor e um ouvinte melhor ainda.

2. Não zelar pela manutenção

A pior dor de cabeça que o síndico pode ter é um acidente causado pela falta de manutenção em pontos e serviços chave do condomínio. Logo as pessoas tendem a se lembrar da figura do síndico ao se verem em uma situação dessas, o culpando pela negligência.

Sempre verifique o estado de escadas, elevadores, áreas de lazer, portaria, entre outros. Ao assumir o cargo, busque a informação de quando foi a última manutenção preventiva que os principais setores e objetos receberam.

3. Desorganização financeira

Outro ponto sensível de um trabalho de um síndico, um dos erros que você não pode cometer na gestão do condomínio enquanto síndico, é a má gestão do setor financeiro.

Usar as reservas do dinheiro do condomínio para outro fim que não seja investimento dentro do prédio como, por exemplo, para cobrir dívidas e rombos orçamentários, é algo que deve passar longe de suas ações.

Se o valor arrecadado não é suficiente, é melhor se reunir com os moradores e discutir a questão. Assim, todos podem chegar a uma solução.

4. Realizar obras sem informar os moradores

Um dos erros que você não pode cometer na gestão do condomínio é decidir fazer obras sem informar os moradores. As decisões precisam ser tomadas de comum acordo entre os condôminos. Afinal, não se administra somente a própria casa, mas um espaço compartilhado por todos.

A exceção, entretanto, é quando se trata de obra de emergência. Estas podem entrar para o planejamento de gestão do condomínio sem que os condôminos sejam informados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *