Qual a importância da legislação condominial? Veja aqui!
2 de dezembro de 2020
Corpo Diretivo do Condomínio: membros e funções
4 de dezembro de 2020

Falta de isolamento social nos condomínios pode trazer consequências

A falta de isolamento social nos condomínios infelizmente não tem sido uma ocorrência esporádica. Há muitos casos sendo relatados no país inteiro. Casos que ocorrem, aliás, desde o início da pandemia, período em que ela se apresentava em sua fase mais aguda.

Com a curva de novos casos baixando, pelas estatísticas oficiais, a tendência é que mais descumprimentos à recomendação de isolamento aconteçam. Ou seja, mais pessoas vivendo como se a pandemia tivesse terminado ou que não oferecesse risco.

Uma avaliação muito míope, para dizer o mínimo. A segunda onda da COVID-19 está para chegar no Brasil. Apesar da produção de várias vacinas, não há garantias de que funcionarão.

Não há infraestrutura suficiente para atender milhares e milhões de pessoas ao mesmo tempo, nem um plano nacional de combate ao vírus.

A falta de isolamento social nos condomínios certamente prejudica o esforço de conter os casos de contaminação. No entanto, ainda pode gerar outras consequências para os próprios condôminos.

Falta de isolamento social nos condomínios traz risco para os moradores

Essa, certamente, é a consequência mais óbvia. Afinal, é de conhecimento de todos que a aglomeração aumenta o risco de propagação do vírus.

No entanto, se a aglomeração for entre pessoas que moram no prédio, até que não é a pior das situações. Ainda é arriscado, porém é possível ter algum controle através de testes.

O mesmo não ocorre com pessoas que vêm de fora.

As visitas aumentaram muito nos meses de pandemia. Foi a alternativa encontrada pelas pessoas para reduzir os efeitos negativos do isolamento. No entanto, quando fazem isso, se colocam em risco e também a todos os moradores do prédio.

O síndico pode proibir visitas?

A falta de isolamento social nos condomínios pode dar autoridade ao síndico para vetar visitas? Não. O síndico não pode proibir visitas. No entanto, ele tem autoridade para aplicar advertências e até multas. Isso, claro, de acordo com as convenções do condomínio.

Há também legislação municipal e estadual que dão ao síndico poder de aplicar restrições e multas.

No entanto, cada estado e cidade pode adotar legislação específica. Na maior parte dos casos, tem-se optado em deixar a critério das normas de cada condomínio.

Uso de máscaras

A falta de isolamento social nos condomínios também tem provocado atritos em relação ao uso de máscara. Ou melhor, pela falta de uso de máscara.

Muitos moradores têm simplesmente optado em não fazer uso do importante equipamento de proteção.

O resultado são discussões com outros moradores e com síndicos, que são obrigados a aplicar advertência ou recorrer a multas.

Conflitos e perturbações a terceiro

A falta de isolamento social nos condomínios naturalmente acaba provocando mais perturbações. As pessoas driblam a quarentena organizando festas ou eventos sociais em locais privados.

Em condomínio, isso é complicado. Afinal, há os vizinhos trabalhando em casa e que sabem da ameaça que tal aglomeração representa. A consequência é o aumento de conflitos, discussões, denúncias e presença dos síndicos.

Portanto, tenha consciência. É um período difícil, mas é um período difícil para todos. Você talvez não faça parte do grupo de risco, mas provavelmente mora próximo de quem faz. É preciso da colaboração de todos. Vidas estão em jogo e a falta de isolamento social nos condomínios não pode acontecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *