Tecnologia e economia de água nos processos de limpeza
28 de setembro de 2018
Automação de sistemas prediais nos condomínios residenciais para melhorar a gestão
3 de outubro de 2018

Desvalorização de imóvel: siga estas 5 dicas para saber se o seu imóvel sofreu queda

O medo da desvalorização de imóvel aterroriza muita gente. Principalmente aqueles que fazem compras para investimento ou aqueles que pretendem fazer uma venda em um futuro próximo.

Neste texto, apresentaremos 5 das principais características para que você possa identificar se o seu imóvel foi desvalorizado. Continue a leitura para saber mais.

Sinais da desvalorização de imóvel

Além de ajudar a identificar a desvalorização de imóvel, através deste texto você poderá aprender a tomar algumas precauções quando pensar em fazer uma compra.

Confira abaixo nossas 5 dicas e, quando estiver em suas mãos, tente reverter o caso para aumentar suas chances de venda.

Localização

A desvalorização de imóvel pode ocorrer por diversos motivos. Um dos principais é o aumento da criminalidade na região em que ele está localizado. A falta de segurança pode ser considerada um dos elementos decisivos na intenção de compra da maior parte dos interessados em adquirir um imóvel.

Outro ponto que muitos levam em consideração é a distância de comércios, principalmente aqueles que vendem itens de necessidade básica. Se não houver vendas, açougues e mercados por perto, há uma grande chance de a região sofrer com a desvalorização de imóvel.

Locais que contem com uma vizinhança barulhenta também têm grandes chances de poluição sonora, o que causa perturbação, como locais próximos à estádios, linhas de trem, ruas muito movimentadas e casas de shows. Até mesmo ruas onde há feiras podem sofrer uma queda considerável de preços.

Além disso tudo, desvalorização de imóvel pode ter a ver com o nível de poluição da área onde está o imóvel. Isso inclui tanto a qualidade do ar, quanto a quantidade de detritos deixados nas ruas e até mesmo o risco de enchentes na área.

Manutenção

A falta de manutenção é observada principalmente em condomínios. O bom funcionamento de elevadores, vidros em bom estado, limpeza das áreas comuns e manutenção de academia, parquinho e piscina têm reflexo na valorização das unidades.

Quanto mais vantagens o seu condomínio oferecer, maior será a valorização do imóvel. Portanto, uma boa administração é fundamental para que consiga bons negócios.

Documentação

Tenha toda a documentação do imóvel completa e em dia. Isso inclui os comprovantes de que os impostos estão pagos e em dia. Qualquer irregularidade pode causar uma queda brusca nos valores.

Deterioração e decoração

Se o imóvel apresentar sinais de umidade, mofo, cupins, rachaduras, áreas descascadas ou qualquer outro tipo de deterioração, há certamente uma queda da valorização.

Pisos, encanamentos e telhados danificados – que provocam goteiras – também são exemplos do que pode minar os valores que você realmente deseja pelo seu imóvel.

Decorações muito datadas, extravagantes ou pessoais demais têm potencial de gerar mais gastos para o futuro morador e, portanto, fazem com que o valor de venda do imóvel decaia.

Acessibilidade

A acessibilidade é um item crucial a se levar em consideração. Acesso por escadas ou degraus sem opção de rampa e/ou elevador podem prejudicar sua venda.

Considerações finais

Em grande parte dos casos, há como combater a desvalorização de imóvel com relativa facilidade.

Manutenção, documentação, deterioração e acessibilidade são assuntos mais simples de se resolver. Basta buscar as melhores alternativas para os problemas para garantir um negócio mais vantajoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *