É permitido pendurar objetos na beirada da janela do apartamento?
16 de dezembro de 2020
Festa de fim de ano no condomínio em tempos de COVID-19: como agir?
30 de dezembro de 2020

Controle de pragas no condomínio é essencial no verão

Embora o controle de pragas no condomínio não esteja previsto na lei, ele é indispensável para a saúde e o bem-estar coletivo. Confira os detalhes a seguir!

Importância do controle de pragas no condomínio no verão

Sem dúvida, o controle de pragas no condomínio deve ser um assunto de atenção o ano inteiro. Porém, no verão, o cuidado deve ser redobrado. Afinal, esse é o período mais favorável para propagação dos insetos.

Além de transmitir diversas doenças, as pragas urbanas podem se tornar um risco até para a estrutura de um prédio, consumindo a madeira, o aço e até o cimento.

As principais pragas urbanas são:

  • Baratas;
  • Ratos;
  • Cupins;
  • Formigas;
  • Aranhas;
  • Mosquitos;
  • Pombos.

De quem é a responsabilidade do controle de pragas no condomínio?

O controle de pragas no condomínio é responsabilidade do síndico ou empresa administradora. Contudo, ele não tem autorização legal para realizar o procedimento por conta própria. Ele deve contratar uma empresa especializada nesse tipo de procedimento.

Todo o custo envolvido na prevenção e eliminação das pragas urbanas será coberto pelo cofre do condomínio, que é mantido pelas taxas condominiais. No caso das áreas restritas, como os apartamentos, é o proprietário quem deve realizar o controle de pragas, assim como as manutenções.

Mas, e quando o imóvel é alugado?

Nesse caso, se o apartamento já estiver infestado antes da chegada do locatário, o proprietário será o responsável pelo pagamento do serviço de controle de praga. Caso contrário, a despesa ficará a cargo do inquilino.

Como fazer o controle e pragas no condomínio corretamente?

A melhor forma de fazer o controle de pragas no condomínio é por meio da prevenção. Por isso, recomenda-se fazer a desinsetização uma vez a cada seis meses. Além disso, o síndico deve providenciar a realização de vistorias a cada sessenta dias para analisar a necessidade de aplicações localizadas.

Ao contratar uma prestadora de serviço, a administradora ou o síndico do condomínio devem verificar se a empresa tem autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Conforme a Resolução 52/2009 da ANVISA, o alvará de funcionamento das empresas de desinsetização tem validade um ano. Além disso, a empresa deve ter um responsável técnico no quadro de funcionários. Para exercer esse cargo, o profissional deverá ser formado em biologia, medicina veterinária, farmácia, química, engenharia agronômica ou engenharia florestal.

Para se certificar que a empresa está atuando legalmente, o síndico pode solicitar a licença de funcionamento da empresa, o registro no conselho do responsável técnico e os documentos que comprovem que a sua atividade é realizada de forma sustentável.

De forma geral, a melhor época para iniciar a desinsetização é no fim da primavera, entre os meses de outubro e novembro. Quando o síndico opta por realizar o controle de pragas no condomínio nessa época do ano, é possível eliminar os animais adultos antes que eles se reproduzam. Quer ter tranquilidade ao administrar o seu condomínio? Então, acesse o site da ASC Service e veja como podemos te ajudar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *