LGPD nos condomínios: veja como se adequar às mudanças
4 de dezembro de 2020
Como destituir um síndico? Entenda todo o processo
5 de dezembro de 2020

Condomínios comerciais seguem as mesmas regras dos residenciais?

Para quem mora em condomínios residenciais, certamente deve surgir com mais frequência essa curiosidade. Condomínios comerciais seguem as mesmas regras dos residenciais?

A curiosidade é natural pela semelhança dos modelos, porém é notório que há diferenças claras.

Enquanto o modelo residencial obviamente é voltado apenas para moradia, condomínios comerciais se destinam apenas à finalidade comercial. Comércio que pode ser de todo tipo, aliás. No entanto, veta-se o uso para moradia.

Comercializa-se os espaços na forma de aluguéis e o uso deve seguir horários definidos. Normalmente, segue-se o horário comercial.

Outra diferença clara é o fluxo de pessoas, maior do que o que se verifica em condomínios residenciais, pois precisa receber mais visitantes diariamente.

Contudo, as diferenças param aí. É um espaço a se dividir com outros locatários. Há regras de entrada e saída. Áreas comuns precisam ser compartilhadas. O mesmo quanto à garagem.

Portanto, considerando as semelhanças, as regras dos condomínios comerciais se espelham às do modelo residencial?

Condomínios comerciais: regras básicas

As leis dos condomínios comerciais se adéquam às diretrizes do Código Civil e certamente também respondem à Lei do Condomínio.

A lei e o código estabelecem normas sobre a propriedade, sobre a definição de condomínio, registro, deveres da administração, dos condôminos, etc.

As demais regras dos condomínios comerciais devem constar na Convenção e no Regimento interno. Aliás, eles precisam também estar de acordo com o Código Civil e a Lei do Condomínio.

Até aqui, tudo muito parecido com as regras dos condomínios residenciais, pois elas seguem também essas mesmas normas. E as semelhanças não param aí. No entanto, certamente há diferenças. Continue acompanhando para descobrir.

Condomínios comerciais: semelhanças e diferenças

Sem dúvidas, há muitas semelhanças entre as regras de condomínios comerciais e residenciais. Contudo, destacamos que o rigor é que as distinguem. No caso dos condomínios comerciais, as regras são mais pesadas, mais discutidas e se concentram muito em manutenção e infraestrutura.

Não que os condomínios residenciais sejam desleixados, mas ocorre que os condomínios comerciais enfrentam desafios maiores. Muito por causa do alto fluxo de pessoas que passam pelo local diariamente. Muitas delas, claro, desconhecidas.

Para apontar essas diferenças, separamos algumas regras por temas.

Uso de áreas comuns

Talvez a principal diferença em relação ao modelo residencial seja o uso de áreas comuns. Diferente de como é tratado nesse modelo, tratam-se as áreas comuns como áreas de convivência e não de lazer.

Sem dúvida, uma grande diferença, pois obriga evitar alguns comportamentos.

Por exemplo, não se permite nos condomínios comerciais executar serviços particulares nesses espaços. Não se permite o uso para atividade particular de qualquer natureza.

Também se restringe o uso para reuniões, aglomeração de pessoas, área de lazer ou estacionamento de veículos de pequeno porte.

Garagem

E por falar em estacionamento, aproveitemos e falemos da garagem. A diferença da garagem para o modelo residencial é o fato de ela ser compartilhada pelo público externo.

Nos regimentos internos, é obrigatório existir uma regra a respeito de locação de vagas na garagem.

Segurança

Sem dúvida, o maior rigor se concentra nas regras de segurança. Natural, com tanta circulação de pessoas estranhas no ambiente.

Proíbe-se armazenamento de materiais explosivos nas dependências do condomínio. Proíbe-se a entrada de ambulantes e pedintes. As maçanetas das portas de acesso à garagem devem ser apenas pelo lado interno.

É necessária a identificação, com documento de identidade, de todas as pessoas que queiram entrar no edifício.

Essas foram algumas regras dos condomínios comerciais e algumas de suas diferenças em relação aos residenciais. Gostou do conteúdo? Então curta, compartilhe, avalie. Seu apoio faz a diferença!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *