Condomínio Online: gerencie seu condomínio pela web com a ASC Service
29 de maio de 2019
Dicas para melhorar a vida das crianças dentro do condomínio
3 de junho de 2019

Biometria nos condomínios: vantagens e desvantagens a considerar

Diante dos crescentes índices de violência urbana, se faz necessário tomar medidas que possam, de fato, garantir a segurança dos condôminos. Uma das alternativas que vem ganhando espaço na atualidade é a biometria nos condomínios.

Essa solução parte das características físicas individuais para propiciar identificações positivas. Desse modo, o próprio corpo das pessoas passa a servir como senha de acesso. Uma vez que cada ser humano possui traços únicos, o método de identificação por biometria tem se provado muito seguro.

Pensando nisso, apresentamos, ao longo deste artigo, as principais vantagens e desvantagens a considerar antes de se decidir pela implementação da biometria em seu condomínio. Boa leitura!

Principais vantagens da biometria nos condomínios

A biometria é usada desde a época dos Faraós do Antigo Egito, quando as características físicas dos indivíduos começaram a ser empregadas para identificá-los. Todavia, esse método mais moderno que, hoje em dia, se expande, deve ser considerado como um instrumento tecnológico de ponta.

A adoção da técnica pode ser dar a partir de leituras das impressões digitais, da íris, da retina e, até mesmo, da face. Embora tudo isso possa, em um primeiro momento, parecer coisa de cinema, a partir do aprimoramento da biometria, há uma clara tendência de que os preços se tornem mais acessíveis.

A cena de um morador abrindo as portas de seu condomínio, sem cartões nem chaves, apenas com seu próprio dedo, será algo cada vez mais corriqueiro. Nos prédios em que os sistemas já estão instalados, é amplamente facilitado o gerenciamento do acesso de condôminos, veículos, prestadores de serviço, visitantes e, também, de funcionários internos.

Conveniência e praticidade

Não precisar utilizar cartões, senhas e nem chaves para entrar no apartamento é algo muito cômodo. Afinal, cartões e chaves podem se perder e ser copiados, enquanto as senhas, por sua vez, podem ser esquecidas, além de roubadas.

Com a biometria, tudo o que o condômino precisará é de seu próprio corpo.

Maior segurança

A solução permite aos moradores terem acesso aos registros de todas as pessoas ligadas a eles que adentraram o prédio, bem como os horários em que os acessos ocorreram.

Os síndicos também conseguem verificar os horários de saída e entrada de funcionários do condomínio e de prestadores de serviços ou funcionários domésticos de cada residência.

Principais desvantagens da biometria nos condomínios

Para o sistema funcionar corretamente, é necessário, antes de mais nada, recolher amostras biométricas individuais de cada morador, isto é, uma imagem da íris ou da digital, por exemplo.

A seguir, os dados coletados são padronizados e armazenados no computador. No final do processo, essas informações serão comparadas no momento em que o condômino solicitar a entrada em seu prédio. Caso os dados sejam compatíveis, o acesso é, então, liberado.

Embora o funcionamento desse sistema seja bastante simples, ele traz certas desvantagens, tais como as que elencamos a seguir.

Possibilidade de fraudes

A despeito do reforço na segurança, a biometria não pode ser considerada um sistema livre de falhas. As impressões digitais, por exemplo, podem ser falsificadas com dedos de silicone, para não mencionar outras técnicas fraudulentas.

Além disso, é possível que hackers alterem ou falsifiquem digitalmente as informações armazenadas no banco de dados.

Dificuldades

A tecnologia de reconhecimento da íris – embora seja ainda mais segura do que a solução via impressão digital – faz com que o processo deixe de ser funcional se um condômino tiver catarata.

Considerações finais

Cumpre ressaltar, portanto, que não há um método infalível. Pessoas mal-intencionadas sempre inventarão novos meios e formas de driblar as tecnologias.

Por isso, os síndicos devem adotar a biometria nos condomínios como forma de potencializar a segurança, implementando concomitantemente outros mecanismos, como guarita blindada e monitoramento por câmeras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *