Como ser um síndico de sucesso no seu condomínio?
4 de dezembro de 2018
Compostagem em condomínios: como fazer? Qual a área necessária?
4 de dezembro de 2018

Banco digital para os condomínios: o fim da burocracia e redução de custos para o condomínio

Cada vez mais as tecnologias trabalham para facilitar a vida dos cidadãos. Exemplo disso são os bancos digitais, que caíram nas graças de pessoas e empresas. Agora, eles estão mirando outro mercado que cresce a cada novo ano, com o banco digital para os condomínios, que promete pôr fim a burocracia, tornando mais fácil a rotina do síndico, dos funcionários e dos condôminos, e reduzir os custos ao final do mês, garantindo mais saúde financeira às contas do prédio.

Os bancos digitais

Faz alguns anos que os bancos digitais deixaram de ser tendências e se tornaram uma realidade. O número de empresas no setor aumentou exponencialmente e até os bancos tradicionais começaram a oferecer mais serviços deste tipo. A grande vantagem é romper com as barreiras do espaço físico, uma vez que os bancos digitais não possuem agências.

Ou seja, todos os serviços, incluindo suporte, são feitos de forma remota, através de SAC telefônico, e-mail ou pelo próprio aplicativo para smartphones. Isso poupa tempo e é essencial para a vida das pessoas, principalmente daquelas que vivem na correria da cidade grande. Se você já usa isso no seu dia a dia e na sua empresa, saiba que é hora de levar a mesma metodologia para o seu condomínio.

Bancos digitais nos condomínios

O banco digital para os condomínios funciona da mesma forma que os outros bancos digitais, através de um cartão de débito ou crédito e aplicativos para dispositivos eletrônicos, tornando-se uma alternativa mais moderna para a realização das tarefas diárias de um síndico ou administrador/gestor condominial.

Por ser bem mais simples, o banco digital para os condomínios permite que os pagamentos a fornecedores, funcionários, prestadores de serviço e colaboradores seja feito de forma fácil através do próprio síndico ou da administração com um simples acesso a um celular conectado à internet.

Os responsáveis pelas despesas do condomínio ainda possuem acesso a um cartão exclusivo que permite que as compras ordinárias e extraordinárias sejam feitas imediatamente.

Existem diferentes tipos de contas que podem ser adquiridas, mas todas elas garantem total segurança, uma vez que, a cada novo gasto, uma mensagem é enviada para o responsável por essa área do condomínio.

Para não fugir do controle, muitos bancos digitais para os condomínios oferecem uma espécie de serviço pré-pago. Assim, o valor é recarregado e, ao se esgotarem os créditos, novas compras só podem ser feitas mediante mais uma recarga.

Os benefícios vão além do que você imagina

Por trabalharem com as maiores bandeiras de cartões do país, os bancos digitais para os condomínios garantem que não haverá dor de cabeça durante uma compra por, por exemplo, não ser aceito em certo estabelecimento.

Mais do que desburocratizar serviços e agilizar processos diários, o banco digital para condomínio é também uma forma de redução de custos.

Isso porque um dos conceitos dessa modalidade é isentar o cliente de cestas de serviços, manutenção ou taxas administrativas. Desta forma, nenhum centavo é cobrado ao final do mês pelo banco.

O resultado disso é mais dinheiro em caixa para ser gasto com o que realmente importa: bem-estar dos condôminos.

Se ficou interessado pela ideia, procure a ASC, líder em gestão condominial há 20 anos no Distrito Federal, Goiás e Santa Catarina. Ficaremos felizes em usar nossa experiência para melhorar a administração de seu condomínio.

1 Comentário

  1. […] fim, um dos fatores que, em longo prazo, geram diversos benefícios para o seu condomínio: a redução de custos, uma vez que você estará mantendo todos os cuidados em dia, com a prevenção garantida, não […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *