A relação de custo-benefício importa: o barato pode sair caro
3 de setembro de 2018
Quer ter um pet no apartamento? Veja dicas para o bom convívio
12 de setembro de 2018

A importância do profissional de brigada e automação de sistema de incêndio no condomínio

Incêndios são imprevisíveis e, uma vez que se alastram, podem ser incontroláveis. Por isso, já há alguns anos a obrigatoriedade de treinamento de brigada de incêndio já está em vigor. Há, ainda, quem dê um passo além e decida optar pela automação de sistema de incêndio no condomínio para garantir a segurança dos prédios.

A verdade é que, independentemente da sua escolha, é apenas pensando antecipadamente em como prevenir problemas de grande porte que podemos atenuar os danos que eles causam.

Um exemplo prático disto foi o incêndio de grandes proporções que atingiu o Museu Nacional no início de setembro de 2018. A falta de estrutura preventiva do local acabou ocasionando a perda de cerca de 90% de um acervo que era considerado o maior da América Latina.

Se você mora ou trabalha em condomínios há algum tempo, já deve estar ciente da necessidade de uma brigada de incêndio. A brigada é, afinal, uma exigência garantida por lei e ajuda a manter os prédios e os condôminos mais seguros e nas mãos de um pessoal preparado no caso de emergência, antes da chegada dos bombeiros.

O Museu Nacional, inclusive, tinha um grupo de voluntários treinados por um profissional de brigada de incêndio.

Embora eles estivessem preparados para lidar com adversidades, o incêndio que atingiu o prédio aconteceu fora do horário comercial. Assim, estes voluntários não estavam presentes e, mesmo que estivessem, o treinamento é mais baseado na evacuação do pessoal e combate inicial às chamas.

É em uma situação como essa que a automação de sistema de incêndio no condomínio poderia ter feito toda a diferença, acionando prematuramente os bombeiros e iniciando um combate precoce.

Automação de sistema de incêndio no condomínio: medida necessária

Como ressaltado anteriormente, mesmo que o incêndio houvesse começado em horário comercial e que a equipe de brigada de incêndio ainda estivesse presente, tanto no caso do Museu Nacional quanto em muitos outros, ela estaria mais apta a lidar com a evacuação do prédio e com soluções de combate ao incêndio consideradas mais básicas. O acervo e a estrutura ainda estariam em risco.

A automação de sistema de incêndio no condomínio, por outro lado, poderia ter acionado alarmes muito antes de o fogo se espalhar e perder o controle.

É claro que automatizar sistema de incêndio não extingue a necessidade de uma brigada bem treinada e oferecida por uma empresa de confiança, que conte com os profissionais corretos para a tarefa. Porém, incêndios identificados precocemente raramente chegam a resultados desastrosos.

A maior vantagem relacionada à automação de sistema de incêndio no condomínio é principalmente poder identificar e controlar as chamas ainda no início do incêndio, já que essa é uma das formas mais eficazes de garantir a segurança do prédio.

Considerações finais

O treinamento e atualização de uma brigada de incêndio é essencial para garantir o bem-estar de todos.

Em momentos de crise, principalmente em locais muito grandes, a automação de sistema de incêndio no condomínio pode ter uma importância vital em lidar com problemas que nem sempre podem ser identificados ou enfrentados pela força humana.

Não deixe um assunto tão importante quanto a segurança de seus condôminos para depois. Procure mais informações sobre cursos e atualizações da brigada e não deixe de se informar sobre a automação de sistema de incêndio no condomínio.

1 Comentário

  1. flávio disse:

    Puxa vida, muito obrigado por compartilhar tanto conteúdo de valor. Vou continuar seguindo o blog / site e compartilhando

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *