Condomínios irregulares podem cobrar moradores inadimplentes
1 de junho de 2018
Administração de condomínios: o menor preço nem sempre é a melhor opção
5 de julho de 2018

5 coisas que o síndico de condomínio não deve fazer na sua gestão

Ao assumir seu posto, um síndico de condomínio tem uma grande responsabilidade nas mãos. Agora, entre outras tarefas, você é parte essencial nas melhorias do ambiente onde os condôminos vivem. E, por isso, sua imagem é altamente afetada por suas ações e reações às crises durante a sua gestão.

Para saber mais sobre 5 coisas que o síndico de condomínio não deve fazer durante a sua gestão, continue lendo nosso texto.

5 coisas que o síndico de condomínio não deve fazer na sua gestão

1. O síndico de condomínio deve cumprir com seus deveres

Como síndico, você nunca deve deixar de prestar contas e ter um relacionamento muito claro e aberto com os condôminos. Sua missão é prezar pelo bem-estar de todos ao cuidar da melhor forma possível do condomínio. Portanto, é imprescindível que mesmo o menor dos deveres seja cumprido.

Lembre-se que, caso o contrário aconteça, você pode ser destituído do seu posto. Basta os condôminos comprovarem que seu desempenho está aquém do esperado.

2. Nunca deixe de consultar ou respeitar a assembleia

Embora a gestão esteja em suas mãos, um síndico de condomínio deve respeitar sempre as decisões tomadas pela assembleia. É claro que pequenas obras emergenciais precisam e devem seguir seu curso sem muitos entraves.

Porém, sempre consulte a assembleia quanto a decisões maiores e a longo prazo, como por exemplo obras de grande porte – ou que gerem grandes gastos -, novas regras ou aplicação de multas.

3. A confidencialidade dos condôminos é essencial

Como síndico de condomínio, tome muito cuidado para jamais expor indevidamente nenhum condômino para terceiros.

Isso quer dizer que, embora outros condôminos tenham o direito de saber sobre os inadimplentes, isso não deve ir além dos moradores. Evite avisos sonoros, digitais ou impressos que possam constranger o inadimplente.

É importante também jamais entrar em discussões exaltadas e ofensivas. Lembre-se também que o síndico não está autorizado a perdoar dívidas ou entrar sem autorização em nenhuma unidade (a não ser sob suspeita de emergência, como vazamentos).

O ideal seria ter respaldo jurídico para lidar melhor com o problema, caso ele esteja fora do controle da assembleia.

4. Nunca negue prestação de contas

Mantenha sempre em dia a documentação financeira do condomínio. Assim você jamais terá problemas caso um morador peça algum tipo de prestação de contas.

Ter tudo organizado e em mãos é parte das obrigações do síndico de condomínio, mesmo que fora da apresentação orçamentária anual, que você também jamais deve negligenciar.

5. Não abuse do poder do seu posto

Desentendimentos em condomínios podem ser muito comuns. Procure não abusar da sua posição como síndico para se sobrepor em um desentendimento pessoal ou tomar parte em contendas de terceiros.

O síndico de condomínio deve cuidar do bem-estar geral, seguindo regras previstas em assembleia. Isto é, na maior parte do tempo, seu poder de decisão está limitado àquilo que foi decidido em grupo.

Para não correr o risco de algo não sair como esperado no seu condomínio, você ainda pode confiar em uma empresa que está no mercado há mais de 20 anos.

A ASC Service tem toda a expertise que você precisa para se apoiar como um ótimo síndico de condomínio. Com o melhor conhecimento do mercado na área condominial, a empresa conta com diversos clientes em Goiás e no Distrito Federal.

Entre em contato para saber mais sobre os planos da ASC Service e tenha todo o respaldo necessário para lidar com imprevistos durante a sua gestão.

 

 

2 Comentários

  1. […] em coleta seletiva no condomínio é um passo importante que todo bom síndico pensa em dar. A implantação de um projeto deste tipo deixará não apenas os condôminos mais […]

  2. […] judiciais, afinal, este tipo de proibição é ilegal e não é algo que pode ser decidido pelo síndico ou pela […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *